Buscar
  • usewasabi

Sustentabilidade na WASABI

Há muito tempo a Wasabi se preocupa com o impacto da indústria da moda no meio ambiente. E contar para vocês sobre as nossas escolhas de insumos pode trazer transparência e mais consciência para os nossos clientes. Afinal, saber a origem do que você compra é saber muito sobre a ética da empresa.



Em 2016, antes mesmo de abrirmos nossa loja no Fashion Mall, no Rio, começamos a nos sentir muito impactadas pelas notícias da exaustão do nosso planeta. Naquele ano, quando ainda funcionávamos como ateliê, tomamos a decisão de priorizar os tecidos naturais como a seda, o algodão e o linho 100%, que são biodegradáveis e não agridem o meio ambiente. A decisão de não trabalhar mais com poliéster, um tecido feito de plástico e que demora pelo menos 400 anos para se biodegradar (ou melhor, leva 400 anos para se desfazer em partículas menores, pois o plástico não desaparece nunca) veio a partir de uma consciência ecológica que foi se tornando cada vez mais importante para nós.




Sabemos que há, na indústria da moda, o poliéster reciclado. Porém, esses tecidos permitem que micro plásticos adentrem a cadeia alimentar com muito mais facilidade. Sim, pois toda vez que lavamos uma roupa, mínimos pedaços de tecido se desprendem e vão parar nos nossos rios ou mares, sendo ingeridos por peixes, sedimentando no sal e permanecendo na água por centenas de anos para serem novamente ingeridos. Cientistas descobriram partículas de micro plástico até em gotas de chuva, o que significa que o micro plástico pode ser carregado na evaporação da água, indo parar em solo e contaminando plantas. No caso dos poliésteres reciclados, as fibras, por serem menores, se desprendem com mais facilidade. E assim, quando nos alimentamos de um peixe envenenado de plástico, também nós nos intoxicamos. O estudo dos microplásticos é recente e seus impactos completos na nossa saúde ainda não são conhecidos em sua totalidade, mas há evidências de que podem alterar e desregular nossos hormônios no sangue.




Além dos tecidos de fibras naturais (seda, algodão e linho), trabalhamos também com acetatos e viscoses, que são de origem celulósica, renováveis e biodegradáveis. As fibras de celulose são provenientes da madeira e são inofensivas à saúde humana. Optamos, sempre que conseguimos, por fornecedores com certificação de que esses tecidos são feitos a partir de madeira de reflorestamento, isto é, que tenham o certificado internacional FSC e feitas em loop fechado (tecnologia de baixo impacto na utilização da água).



Nosso principal fornecedor hoje é a Werner Tecidos, empresa que vende acetatos e viscoses com esse tipo de certificação. Além disso, esses insumos também possuem outro certificado internacional da maior importância, o OEKO-TEX, que garante se um artigo foi testado quanto a substâncias nocivas. Também garante que o produto têxtil tenha sido fabricado usando processos sustentáveis em condições de trabalho socialmente responsáveis. Outras fibras dentro dessa proposta sustentável são o Tencel e MicroModal desenvolvidas e fabricadas pela Lenzing e vendidas no Brasil pela Werner. 

Os corantes e auxiliares utilizados no tingimento da Werner também são certificados OEKO-TEX e Azo Free, o que significa que não usam substâncias cancerígenas em suas fórmulas, são biodegradáveis e solúveis em água.





A tecelagem Werner é uma fábrica brasileira da qual temos muito orgulho. O consumo de produtos locais ajuda a fortalecer a nossa cadeia nacional e a geração de empregos, além de gerar menos carbono. Mais do que isso, a Werner tem uma rara preocupação ambiental. 100% da água que a Werner pega do Rio Piabanha, em Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro, é tratada e devolvida em forma potável para o meio-ambiente. Isso não faz uma diferença enorme quando você pensa naquelas imagens de um rio inteiro tingido por um corante da indústria têxtil, por exemplo? Se você soubesse que as suas roupas são produzidas por uma empresa que se preocupa com isso, você não sentiria aquela felicidade de estar participando do bem?



Além disso, a fábrica Werner consome energia proveniente de fontes renováveis como a eólica e a solar. E purificadores filtram os gases, despoluindo os vapores e garantindo a qualidade do ar respirado. A caldeira, que fornece vapor para a produção é alimentada com biomassa certificada! 




Saber a origem dos insumos é saber muito sobre uma empresa. Pesquise e financie a indústria ética. Esses insumos podem até ser mais caros, impactando no preço final dos produtos, mas fazem um bem....



Não ficou muito mais legal consumir um produto de moda sabendo de tudo isso?


21 visualizações

SUBSCRIBE TO OUR NEWSLETTER 

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Estrada da Gávea, 899, 1o piso - São Conrado, Fashion Mall | Rio de Janeiro, RJ - Brasil

© 2018 LOJA WASABI COMÉRCIO DE ROUPAS LTDA. CNPJ: 27.548.506/0002-77 | Rua Silva Rego, 23/201, Rio de Janeiro/RJ 

0